- Tahgarelando com Tatah Lira.: Janeiro 2014

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Mais amor (próprio), por favor!




Amor tá em falta no mercado, mas amor próprio...vish! Tá pior ainda a situação. O que mais vejo hoje em dia são mulheres indo atrás de um ideal de beleza que não condiz com a sua realidade e, com isso, acabam ficando frustradas nessa busca à perfeição. Exemplo disso é os mil e um métodos de alisar o cabelo, enrolar o cabelo e os tais projetos de verão, para emagrecer e “não ter medo” do biquíni. 


Eu sou camaleoa, adoro mudar o visual, mas SEMPRE sem deixar de ser eu. Em tudo que faço, imprimo minha personalidade. Acho muito especial o fato de ser única. Atualmente, vejo muitas moças “pré-fabricadas”, com as mesmas roupas, mesmos cortes de cabelo...falta um pouco de identidade nisso tudo, acredito que temos que nos descobrir e nos amar do nosso jeito, mesmo que isso signifique ser diferente. Não tô dizendo que vai ser fácil, mas vale a pena.


Estou e (quase) sempre estive “fora” do padrão de beleza, sou baixinha e gordinha, sem falar que adoro uma maquiagem forte, e costumo estar sempre “montada” mesmo que seja 7h da manhã. E nada disso quer dizer que eu não sou bonita. A melhor dica de beleza que eu posso dar é que se amem e sejam felizes, desse jeito, não importa o seu peso, o seu tamanho, o cabelo bagunçado ou a maquiagem borrada, mulher feliz é sempre bonita! 


Lá vem polêmica! Eu já ouvi INCONTÁVEIS vezes que ninguém gosta OU quer ser gordo e estou aqui para discordar. Eu gosto, é difícil, mas eu gosto. Não sei ao certo quanto eu peso, cansei de lutar com a balança, porque eu não consigo aceitar o meu peso, mas acho o meu corpo bonito assim, cheio de curvas, pernão, peitão, cintura e sim, barriga. Já faz um tempo que eu resolvi me assumir assim, do jeito que eu sou e passei a me amar, de lá pra cá, só felicidade. Até realizei o sonho de ser modelo, desfilei, fiz fotos...tá aí a prova que dá sim para ser linda, diva e poderosa vestindo qualquer tamanho. 

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Look para trabalhar no verão

Oi Tahgarelas! Sei que tem muita gente que não tem a sorte de estar de férias em pleno verão, então com esse pensamento que o look abaixo foi montado. Para atender os requisitos de uma "roupa de trabalho" e de um dia sol, afinal de contas, aqui é nordeste e o calor não tá fácil! 


Para compor o look, escolhi uma blusa azul klein, cor que é tendência desde o verão passado e que vai continuar em alta para o próximo inverno, uma saia lápis florida (porém em tons frios, que são mais adequados para os ambientes de trabalho), esse modelo de saia foi criado entre as décadas de 40 e 50, voltou a moda em 2012 e de lá pra cá vem sendo tendência em toda estação, é um modelo clássico e super democrático que ganha um ar de contemporaneidade devido às variedades de tecidos e estampas disponíveis hoje em dia, e uma bolsa com um amarelo bem vivo, porque nada representa melhor o verão que a cor do sol. 


Nos pés, preferi uma sandália de tiras no lugar do bom e velho scarpin, para deixar tudo mais fresco. Como acessório, apenas um colar delicado, com flores, para ornar com a feminilidade do look.

Créditos: Look Loja Dunni
              Fotos por Karla Acioli